Santarém

Natureza e vida selvagem em Santarém: um destino ecoturístico

Bem-vindo a um mundo de descobertas fascinantes na Amazônia, onde a natureza e a vida selvagem em Santarém revelam-se como um tesouro a ser explorado.

Neste artigo, convidamos você a embarcar em uma jornada única por essa cidade paraense, carinhosamente conhecida como a Pérola do Tapajós.

Prepare-se para desvendar os segredos da flora e da fauna amazônica, conhecer espetáculos naturais de tirar o fôlego e mergulhar em experiências de ecoturismo que deixarão uma marca indelével em suas memórias.

Ao longo deste conteúdo, vamos explorar os cantos mais incríveis de Santarém, desde o espetáculo do encontro das águas dos rios Tapajós e Amazonas até as maravilhas da Floresta Nacional do Tapajós (Flona).

Você descobrirá como o Zoológico de Santarém revela a diversidade da vida animal amazônica, como o Bosque Santa Lúcia encanta com sua floresta nativa, e como a Flona do Tapajós oferece uma imersão única na natureza e cultura locais.

Prepare-se para se maravilhar com as cores, sons e belezas naturais de Santarém, um destino que despertará sua paixão pela conservação da vida selvagem e inspirará uma profunda conexão com a natureza.

Acompanhe-nos nesta jornada e descubra por que Santarém é um verdadeiro portal para o coração da Amazônia.

Como é a natureza e a vida selvagem em Santarém?

Encontro das Águas
Fonte: Helenice Almeida (Flickr)

Carinhosamente conhecida como Pérola do Tapajós, Santarém é uma cidade encantadora no coração da Amazônia, situada na confluência dos majestosos Rios Amazonas e Tapajós.

O que torna esse lugar verdadeiramente mágico é o espetáculo natural do encontro das águas desses dois rios gigantes.

Imagine quilômetros e quilômetros de água, lado a lado, fluindo sem se misturar, exibindo suas cores e densidades distintas. É um espetáculo impressionante da natureza.

Localizada entre as cidades de Belém e Manaus, onde o Rio Amazonas é tão vasto que, durante as épocas de cheia, você mal consegue ver a margem oposta, Santarém é um autêntico santuário natural que atrai visitantes de todas as partes do mundo.

Aqui, a biodiversidade é uma marca registrada da Amazônia. Mais de duas mil espécies de peixes, quase mil espécies de aves, centenas de tipos de mamíferos e cerca de 10% de todas as espécies de plantas do planeta podem ser encontrados nesta região.

Entre essas maravilhas da natureza estão a vitória-régia, as bromélias e as gigantes árvores que caracterizam essa paisagem única.

Mas Santarém não se limita apenas a uma rica fauna e flora; ela oferece muito mais. Aqui, você encontrará florestas protegidas, cachoeiras, igarapés e um ecossistema incrivelmente diversificado.

Às margens do Rio Tapajós, você pode descobrir lagos e praias que fazem os olhos dos ecoturistas brilharem.

Entre todas, a praia mais bela e famosa é Alter do Chão, que ganhou destaque na mídia nacional e internacional como uma das praias mais deslumbrantes do mundo.

Suas areias brancas, águas cristalinas e azul transparente tornam este lugar um verdadeiro paraíso. E se você visitar durante a época do Sairé, experimentará a maior manifestação cultural do oeste do Pará, uma celebração única que faz parte da identidade da região.

Santarém também serve como ponto de acesso para unidades de conservação notáveis, com destaque para a Floresta Nacional do Tapajós (Flona Tapajós), localizada no município de Belterra.

Esta maravilhosa reserva natural oferece oportunidades para caminhadas, passeios de canoa e encontros com famílias extrativistas que vivem em harmonia com a natureza. É o local ideal para explorar a essência intocada da Amazônia.

Em resumo, Santarém é um tesouro da natureza e da vida selvagem, onde você pode mergulhar profundamente na exuberância da Amazônia.

Passeios para observar a natureza e a vida selvagem em Santarém

Agora que você já conhece a incrível biodiversidade e as maravilhas naturais que Santarém tem a oferecer, chegou a hora de explorar essa riqueza de perto.

A cidade e seus arredores abrigam uma variedade de passeios emocionantes que permitem a você entrar em contato direto com a natureza e a vida selvagem da região.

De encontros com animais fascinantes a experiências na densa floresta tropical, cada passeio é uma oportunidade única de se conectar com a beleza natural da Amazônia.

Vamos agora explorar essas opções de passeio que prometem revelar o esplendor da natureza em Santarém.

1. Zoológico de Santarém (ZooUnama)

Zoológico de Santarém
Fonte: Renatita77 (TripAdvisor)

Desde sua inauguração em 2007, o Zoológico da Universidade da Amazônia (Unama) tem sido um tesouro na região de Santarém, oferecendo uma oportunidade única para os visitantes mergulharem na riqueza da fauna amazônica.

Localizado em uma vasta área de 149 hectares, dos quais 18 hectares são destinados às instalações, o ZooUnama abriga uma impressionante variedade de espécies de animais nativos.

Um dos destaques deste zoológico é a experiência proporcionada aos visitantes por meio de uma trilha que os leva a uma jornada fascinante pela fauna amazônica.

Aqui, você pode ficar frente a frente com espécies como macacos, peixes-bois, araras, caititus, jacaré-açu e até mesmo a majestosa onça suçuarana.

A equipe do zoológico é composta por dois veterinários, um biólogo, 18 tratadores, além de pessoal administrativo e de portaria dedicado a garantir o bem-estar dos animais.

Além de proporcionar uma experiência única aos visitantes, o ZooUnama também desempenha um papel fundamental na conservação da vida selvagem da Amazônia.

Quando os animais chegam ao zoológico, passam por um rigoroso processo de avaliação e cuidado. Eles são vermifugados, recebem uma dieta adequada e, após serem considerados aptos, são devolvidos à natureza, em conformidade com as normas de conservação do país.

Um exemplo notável é o trabalho realizado com os peixes-bois, que são resgatados e cuidados até estarem prontos para serem reintroduzidos nas águas da comunidade de Igarapé do Costa.

Esses animais desempenham um papel vital no controle do crescimento das plantas aquáticas na Amazônia.

Ao seguir a trilha cuidadosamente planejada do zoológico, os visitantes também podem observar as majestosas araras-vermelhas em seu habitat.

Outro ponto alto da visita é a oportunidade de ver um enorme jacaré-açu em seu recinto adaptado.

Os macacos também têm seu espaço no zoológico, com três recintos separados para as espécies Aranha, Prego e Testa-Branca, cada uma com suas características surpreendentes.

Além disso, o ZooUnama abriga antas, caititus, tartarugas, quatis e muitas outras espécies incríveis.

E não para por aí! O zoológico está em constante expansão, com a construção de mais 10 recintos para melhorar ainda mais a infraestrutura do local e garantir a reabilitação de animais com a mais alta qualidade.

O Zoológico de Santarém é muito mais do que um local de entretenimento; é um centro de conservação e educação que desempenha um papel crucial na proteção da fauna amazônica.

Visitá-lo é uma oportunidade única de conhecer de perto a incrível vida selvagem desta região única do mundo.

2. Bosque Santa Lúcia

Bosque Santa Lúcia
Fonte: Wanwilliams (TripAdvisor)

Se você está em busca de um verdadeiro santuário ecológico em Santarém, não pode deixar de conhecer o Bosque Santa Lúcia.

Este tesouro natural se estende por uma vasta área de 109 hectares e é um destino imperdível para quem aprecia a beleza da floresta nativa de terra firme da Amazônia.

O que torna o Bosque Santa Lúcia tão especial é a sua função vital na preservação da rica biodiversidade da região. Aqui, mais de 200 espécies de plantas nativas encontram um lar seguro e prosperam em seu ambiente natural.

Entre essas espécies, destacam-se a majestosa Castanheira, o aromático Cumaru, o exuberante Guaraná, o saboroso Cupuaçuzeiro, a Copaibeira e o Angelim, entre muitas outras. A diversidade de plantas é um testemunho da riqueza da flora amazônica.

Uma das características marcantes do Bosque Santa Lúcia é a sua trilha ecológica que percorre a floresta. Para os amantes da natureza e entusiastas de caminhadas, este é o lugar perfeito para explorar.

O melhor de tudo é que a entrada é gratuita, tornando o Bosque acessível a todos que desejam se conectar com a natureza.

No entanto, contratar um guia local é altamente recomendado. Os guias têm um profundo conhecimento do Bosque e podem oferecer informações valiosas sobre a flora e a fauna locais, tornando sua visita ainda mais enriquecedora.

Além disso, eles podem ajudar a escolher a melhor trilha com base nas preferências do grupo, garantindo uma experiência personalizada.

À medida que você caminha pelas trilhas do Bosque Santa Lúcia, encontrará placas informativas que identificam as espécies de plantas ao longo do percurso.

Essas placas enriquecem ainda mais a experiência, fornecendo informações sobre a flora que você está vendo.

O Bosque Santa Lúcia é muito mais do que apenas um local para caminhadas; é um lugar de conexão com a natureza e um tributo à beleza e à diversidade da Amazônia.

Ao visitar este santuário ecológico, você não apenas desfrutará da serenidade da floresta, mas também contribuirá para a preservação desse ecossistema valioso.

Portanto, não deixe de incluir o Bosque Santa Lúcia em seu itinerário ao explorar Santarém.

3. Encontro de águas em Santarém

Encontro das Águas
Fonte: Paulo Neves (Flickr)

Um dos fenômenos naturais mais deslumbrantes e espetaculares que a região de Santarém, no Pará, tem a oferecer é o encontro das águas dos rios Tapajós e Amazonas.

Esse espetáculo é tão incrível que deixa uma marca indelével nas memórias daqueles que têm a oportunidade de testemunhá-lo.

O que torna o encontro das águas tão notável é a incrível nitidez da separação entre os dois rios.

Imagine isso: o rio Tapajós, com suas águas azuis-esverdeadas, contrasta fortemente com o majestoso rio Amazonas, cujas águas são barrentas e escuras.

Essa distinção de cores cria um cenário visualmente deslumbrante e único, onde a fronteira entre as águas é quase como uma linha desenhada na paisagem.

A coloração barrenta das águas do rio Amazonas tem suas origens nos Andes peruanos, onde o rio nasce. À medida que ele flui, carrega consigo argila, areia e outros sedimentos da região montanhosa.

Por outro lado, o rio Tapajós, geologicamente mais antigo, não transporta uma quantidade significativa de sedimentos em sua corrente.

Isso resulta em suas águas límpidas e transparentes, criando um contraste ainda mais impressionante com as águas do Amazonas.

Diversos fatores contribuem para a não mistura dessas águas surpreendentemente diferentes. Além da diferença na composição química e tonalidade, a densidade, temperatura e velocidade das águas também desempenham papéis cruciais.

As águas do Amazonas são mais densas devido ao maior volume de sedimentos que carregam, o que as torna mais pesadas do que as águas do Tapajós. Isso influencia o processo de separação das águas.

A velocidade das correntes também é um fator importante. Durante a época de vazante do rio Tapajós, o rio Amazonas avança, aproximando ainda mais o ponto de encontro dos dois rios.

Curiosamente, a diferença de tonalidade entre os rios se estende por cerca de quatro quilômetros antes de começarem a se misturar gradualmente em um ponto mais adiante.

Em 2014, este lugar fascinante recebeu o reconhecimento oficial como patrimônio cultural do estado do Pará.

Em resumo, o encontro das águas entre os rios Tapajós e Amazonas em Santarém é uma demonstração surpreendente da geologia, hidrodinâmica e das características únicas da região.

A observação da clara separação entre as águas não apenas enriquece nossa compreensão científica, mas também inspira uma profunda apreciação pela diversidade e beleza do mundo natural.

Visitar este espetáculo natural é uma experiência que fica para sempre na memória e no coração daqueles que têm a sorte de presenciá-lo.

4. Flona (Floresta Nacional do Tapajós)

Floresta Nacional do Tapajós
Fonte: Leonardo Carvalho (Flickr)

Um dos destinos mais cobiçados pelos amantes da natureza e ecoturistas que visitam a região de Santarém é a Floresta Nacional do Tapajós, carinhosamente conhecida como Flona do Tapajós.

Localizada em Belterra, próxima a Alter do Chão, a Flona do Tapajós é uma joia da conservação ambiental no Pará e oferece oportunidades incríveis para se conectar com a natureza em seu estado mais puro.

Esta unidade de conservação federal brasileira é um verdadeiro paraíso natural, com uma área que se estende por mais de 540 mil hectares e mais de 160 quilômetros de praias fluviais ao longo do majestoso Rio Tapajós.

Aqui, os ecoturistas encontram uma ampla variedade de atividades para desfrutar, incluindo caminhadas pelas trilhas exuberantes da floresta, passeios de barco a motor e a remo para explorar as águas tranquilas do rio, visitas às comunidades ribeirinhas extrativistas e a oportunidade refrescante de banhos em rios cristalinos.

O segredo para aproveitar ao máximo sua visita à Flona do Tapajós está no acompanhamento dos guias locais capacitados.

Eles não apenas garantem sua segurança nas trilhas e rios, mas também enriquecem a experiência com suas interpretações detalhadas do ambiente natural.

Embora a Flona do Tapajós não disponha de hotéis ou pousadas dentro de seus limites, uma experiência única é se hospedar nas casas das comunidades de seringueiros que vivem na região.

Essa é uma oportunidade extraordinária para interagir com os moradores locais e compreender como suas vidas estão intrinsecamente ligadas à floresta.

Você pode aprender sobre suas práticas tradicionais, como a extração de borracha e outras atividades sustentáveis.

Embora a Flona do Tapajós não esteja localizada diretamente em Santarém, a cidade é considerada o principal centro urbano nas proximidades da reserva, seguida por Alter do Chão.

Para chegar à Flona do Tapajós, você deve se dirigir a Santarém ou Alter do Chão e, a partir daí, planejar sua visita a este paraíso natural.

Em resumo, a Flona do Tapajós é um santuário da natureza que oferece uma experiência única para aqueles que desejam se conectar com o ambiente natural da Amazônia.

Com suas trilhas deslumbrantes, rios serenos e a rica cultura das comunidades locais, esta reserva é um verdadeiro tesouro que merece ser explorado por todos que valorizam a beleza e a preservação do mundo natural.

Conclusão

A famosa Pérola do Tapajós revela-se como um verdadeiro portal para a natureza e a vida selvagem amazônica em Santarém.

Neste artigo, exploramos as maravilhas naturais e as oportunidades de ecoturismo que esta cidade paraense tem a oferecer.

Desde o espetáculo do encontro das águas dos rios Tapajós e Amazonas até os tesouros da Floresta Nacional do Tapajós (Flona), Santarém é um destino que encanta e educa.

A cidade e seus arredores desvendam a riqueza da flora e da fauna amazônica, proporcionando experiências memoráveis para aqueles que buscam um contato profundo com a natureza.

Do Zoológico de Santarém, onde podemos conhecer espécies impressionantes de animais, à imersão na floresta nativa do Bosque Santa Lúcia, onde mais de 200 espécies de plantas nativas prosperam, Santarém oferece um leque de oportunidades para se maravilhar com a biodiversidade amazônica.

A Flona do Tapajós, um santuário natural de mais de meio milhão de hectares, nos presenteia com suas trilhas exuberantes, praias fluviais tranquilas e uma rica cultura das comunidades locais.

Com guias capacitados e a oportunidade de vivenciar a vida nas casas das comunidades seringueiras, a Flona é um lugar onde a conexão com a natureza se torna profundamente significativa.

A natureza e a vida selvagem em Santarém é, sem dúvida, um lugar que nos ensina a valorizar e a preservar nosso mundo natural.

É uma lição de respeito pela biodiversidade, uma celebração da vida selvagem e uma lembrança da beleza que a natureza tem a oferecer.

Se você está em busca de uma experiência única e enriquecedora na Amazônia, Santarém aguarda de braços abertos.

Venha explorar, aprenda e se apaixone por esse tesouro natural que é Santarém e suas maravilhas naturais. Deixe uma marca indelével em sua memória, assim como a natureza de Santarém deixou em nosso coração!

Amanda Galvão
Amanda Galvão

Meu nome é Amanda Galvão, sou sócia-proprietária da Casa Saimiri, uma pousada em Alter do Chão. Sou uma pessoa direta, realista e leal. Meu objetivo é proporcionar uma experiência incrível aos meus hóspedes, fazendo com que se encantem com as belezas da região. Além disso, busco promover a conscientização sobre a importância de proteger e preservar nossa fauna. Sou apaixonada por música, especialmente rock 'n roll e heavy metal, e adoro ler, fotografar e pintar. Sou determinada em alcançar meus objetivos de vida e deixar um impacto positivo na vida das pessoas que me cercam.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

A hospedagem mais bem avaliada no Google em Alter do Chão